Decoração de apartamento pequeno gastando pouco

Morar em um apartamento pequeno é um verdadeiro desafio quando o orçamento está apertado. Você já deve ter ouvido que a melhor opção é planejar os móveis e, de fato, um bom planejamento é capaz de otimizar espaços reduzidos e tornar cada cantinho útil, mas exige um alto investimento.

A boa notícia é: sim, é possível ter um apartamento bonito e funcional economizando. Você precisará apenas de criatividade e tempo para pesquisar. Pensando nisso, reunimos aqui quatro dicas simples (e baratas!) para colocar em prática e deixar a sua casa do seu jeito.

4 dicas para decorar com economia

1. Aposte nos detalhes

Investir na pintura de um cômodo inteiro pode não ser uma opção tão em conta. No entanto, com uma pequena lata de tinta é possível dar uma cara nova a um ambiente sem graça. Você pode pintar apenas a metade da parede e, depois, criar composições com cestos, capas de almofadas, quadros, livros, luminárias, action figures e muito mais.

Fotografia que retrata um quarto com uma cama à direta com travesseiros brancos e almofadas coloridas; uma mesa de cabeceira azul marinho com objetos decorativos em cima; uma luminária prateada; e dois quadros na parede, que é pintada apenas na metade inferior, de azul claro.

2. Foco no chão e nas paredes

Nosso olhar intuitivamente se volta para o chão e para as paredes quando entramos em um espaço novo. Por isso, tapetes, quadros e espelhos podem ser um grande diferencial e, quando combinados, criam uma sensação de aconchego. Aliás, espelhos são um truque curinga para dar a impressão de que o seu espaço é maior, já que reflete os outros ambientes.

Fotografia que retrata uma sala com um grande tapete listrado em branco e preto; um sofá bege com manta e almofadas coloridas; uma cadeira preta de formato oval; uma mesa lateral com livros e luminária dourada em cima; uma planta ao fundo; uma peça de tapeçaria na parede, acompanhada de um pequeno quadro e um nicho com livros; e uma samambaia suspensa.

3. Invista em plantas

Verde é uma cor luminosa! Hoje em dia, existe uma variedade de opções e preços no mercado, mas foque na economia e na facilidade se você for um cuidador inexperiente. Você pode, inclusive, trocar mudas com amigos e, de quebra, criar um novo hobby!

As plantas mais baratas e que são praticamente independentes são:

  • bambu-da-sorte;
  • ráfia;
  • violeta;
  • jiboia;
  • espada-de-são-jorge;
  • zamioculca;
  • clorofito.

Para saber mais, leia o nosso texto Como decorar com plantas.

Fotografia que retrata um canto de uma sala de paredes brancas, contendo um sofá verde claro; uma luminária suspensa; uma prateleira; e plantas fixas e suspensas de diversos tamanhos e cores.

4. Antiquários

Talvez você já saiba, mas não custa lembrar: comprar móveis usados é uma tática imbatível para montar uma casa gastando pouco. Para decorar, não é diferente. É possível encontrar verdadeiras relíquias no precinho se tiver tempo e disposição. Garimpar pessoalmente é melhor, pois assim você consegue analisar uma peça de perto e com atenção. Porém, se não houver tantos antiquários na sua cidade, sites de anúncios e classificados pode quebrar um galho.

Fotografia que retrata um móvel antigo marrom escuro, de formato retangular e com pés finos. Em cima dele há: um toca-discos azul claro; um porta-retratos; livros; vasos pequenos com plantas; fones de ouvido; e abajur. Atrás do móvel, na parede, há três quadros de tamanhos diferentes.

A dica mais importante é: tenha paciência. É fácil se perder nas vitrines e propagandas que vemos por aí, então faça uma lista de todos os objetos que deseja ter e nas mudanças a serem feitas. Uma boa estratégia é definir um ou mais estilos para se basear e não fazer compras por impulsos. Aproveite também para ver tutoriais do tipo “faça você mesmo” e criar algo único e com a sua cara.

Um lar é construído aos poucos, portanto tenha em mente que o processo é tão importante quanto o resultado!

Deixe um comentário