Como dividir a organização das tarefas domésticas com quem mora com você

A gente sabe que nem sempre estamos com aquele ânimo pra dar um up na arrumação da casa, não é? As coisas podem ficar ainda mais complicadas quando começamos a perceber que toda essa responsabilidade acaba caindo em cima de um só morador. Pra que isso não ocorra, não existe outro ponto de partida além de uma boa reorganização de hábitos. E nós vamos te dar algumas dicas básicas pra finalmente conseguir se estruturar.

Mas antes, pera lá: Tarefa doméstica tem gênero?

Com certeza, não! Verdade seja dita, é preciso deixar essa ideia ultrapassada (e muito preconceituosa) para trás. A casa é de quem mora nela e, com isso, as obrigações também. Seja com parceiro, amigos, família ou até em república: se cada um fizer sua parte – e bem feitinho – a garantia é certa: aquele peso de estar dando conta de tudo sozinho, não vai mais rolar.

 

1.Por onde começar:

Primeiro, tenha claro quais tarefas são essenciais pra vocês e qual exatamente é a rotina e disponibilidade de cada um ao longo da semana. Ter uma pia sem louça acumulada é o principal? Quantas vezes o banheiro precisa ser lavado? Tenham as prioridades definidas e saibam exatamente quanto tempo cada um tem pra fazer aquilo.

 

2.Livre-se de tranqueiras e daqueles objetos que estão largados em algum canto da casa há tanto tempo:

Admita: quais as chances de realmente precisar daquela pilha de roupas, sapatos e bolas de decoração natalinas que não são usadas há anos? Priorize objetos que realmente sejam indispensáveis no seu dia a dia. E foco: quanto menos coisas para organizar, mais tempo livre pra fazer o que você realmente quer.

 

3.Divida a organização por nível de dificuldade:

Nem toda limpeza precisa ser uma faxina pesada. Pensa comigo, quantas vezes temos horas e horas disponíveis pra dar aquela super geral na casa? Raro, não é? Ainda mais nos dias de hoje. Uma dica importante pra te auxiliar nessa questão é separar tarefas simples e que podem ser feitas em pouco tempo, naquela sua brechinha ou no final do dia, desse jeito, vocês não serão pegos desprevenidos com uma montanha de bagunça. Aqui vão alguns exemplos simples:

  • Passar um pano rápido nos móveis, pra evitar acumular muito pó;
  • Separar e tirar o lixo;
  • Varrer a casa;
  • Lavar a louça;
  • Cada um cuidar da própria roupa suja;
  • Colocar e tirar a mesa;
  • Conferir armários e geladeira;
  • Fazer lista de compras;
  • Ir ao supermercado;
  • Organizar um cardápio semanal (link interno)
  • Cuidado das plantas;
  • Limpar as bancadas da cozinha;
  • Recolher pertences espalhados pela casa e por aí vai!

 

4.Deixe a lista de tarefas bem visível:

Quem não é visto, não é lembrado! Procure anotar de forma clara e objetiva a divisão e as tarefas de cada um, e, de preferência, deixe em um lugar da casa de fácil acesso. Ter isso sempre visível pode inclusive te ajudar a não esquecer, principalmente naqueles dias em que está tudo uma loucura!  As tarefas podem ser diárias, semanais ou quinzenais, faça aquilo que fizer sentido pra sua realidade. Um rodízio também sempre é bem vindo.

5.Compartilhem o dia da faxina mais pesada:

Nenhuma dica fará sentido se na hora do vamos ver de limpeza e organização mais potentes, você ainda ficar sozinho. Escolham os produtos certos, defina um dia ou um horário e coloquem a mão na massa juntos! E vale de tudo pra tentar deixar a tarefa menos massante. Preferem dividir por cômodo, por andar ou de alguma outra forma? O importante é fazer sentido e se encaixar pra que não sobrecarregue ninguém. Uma música alta e animada ou até mesmo a combinação de um super lanche de recompensa! Aposte na criatividade e foco naquela sensação perfeita de cantinho limpo e organizado.

6.A internet está aí pra te ajudar a se programar:

 

São vários apps e listas prontas para serem impressas e adaptadas à rotina de cada um. Além de dicas super práticas e eficientes, prontas para serem colocadas em prática. Confira nossa sessão de posts feitos para ajudar a dar aquele boom na sua organização. (link interno)

 

7.A prática leva à perfeição (ou ao tão sonhado tempo livre e mais equilibrado)

É claro que não vai ser da noite pro dia que a casa ficará nos trinques, não é? Mas, assim como qualquer outra tarefa necessária, é importante comprometimento, uma definição clara do que deve ser feito e bastante diálogo. Sem mais ansiedade e confusão com a bagunça da casa, você vai conseguir finalmente ter seu tão desejado (e merecido) tempo. Seu fim de semana vale ouro e a gente tá aqui pra garantir que você tenha como aproveitar isso da maneira mais descomplicada possível! Então, pode arregaçar as mangas e colocar em prática nossas dicas. Te garanto que não vai se arrepender.

Deixe um comentário